Sociedade

Homem transexual vence competição feminina de levantamento de peso na Austrália

CURTA PANORAMA LIVRE NO FACEBOOK

Um atleta “transgênero”, da Nova Zelândia, venceu uma competição feminina de levantamento de peso, na categoria acima de 90 quilos, na Austrália. Gavin Hubbard, de 39 anos, que atualmente quer ser chamado de Laurel Hubbard, levantou no total 268 quilos – sendo 123 quilos no arranque e 145 quilos no arremesso – somando 19 quilos a mais que a segunda colocada Iuniarra Sipaia.

Gavin Hubbard, antes de fazer sua “transição”, chegou a participar de competições na categoria masculina, mas agora deseja competir somente na categoria feminina. Em sua estreia entre as  mulheres, o atleta quebrou quatro recordes nacionais não-oficiais.

laurel-hubbard-575x323

Hubbard possui todos os critérios do Comitê Olímpico Internacional (COI) e da Federação Internacional de Halterofilismo para competir como uma mulher, inclusive provando que seus níveis de testosterona permaneceram abaixo de um determinado limite, durante os 12 meses anteriores à competição.

Todavia a testosterona não é a única coisa que diferencia homens e mulheres, mas, no caso específico, faltou ao COI entender que músculos de homens e mulheres são geneticamente diferentes, pois o homem possui 400 genes mais ativos em seus músculos esqueléticos que as mulheres, conforme apontam estudos da National Center for Biotechnology Information, citado inclusive pelo artigo do Instituto NanoCell.

Ou seja, não se trata então de preconceito mas sim de pós-conceito, que, francamente, sequer precisaria de pesquisas ou estudos mais detalhados.

Ainda sim, tomado pelo politicamente correto, Michael Keelan, chefe da Federação Australiana de Halterofilismo, ficou impressionado com o desempenho de Hubbard, através de todo o escrutínio ao qual sua performance foi submetida, e disse que “‘ela’ está prestes a criar muita história”.

Referência:

Gateway Pundit

FloElite

Anúncios
Standard

7 thoughts on “Homem transexual vence competição feminina de levantamento de peso na Austrália

  1. Manoel Mougeot diz:

    Matéria confusa e equivocada. A atleta é uma trans mulher, que compete na categoria feminina, pelo que indica os fatos.

    Gostar

  2. Materia equivocada é mulher trans e não homem trans, agora devo dizer seria estranho se elA não ganhasse. Já tem um no Volei feminino e breve vcs serão descartadas pq as outras mulheres são melhores que vcs. Esses dias eu até li “O homem é até melhor sendo mulher, que a própria mulher” tá ai o resultado.

    Gostar

  3. Bruna diz:

    A matéria exala preconceito ao não respeitar o gênero dA atleta. Desnecessário colocar aquele “ela” entre aspas. Se a intenção era questionar o nível de testosterona ou a performance dela numa competição feminina, o preconceito tomou conta e não deixou qualquer análise “fria” se sobressair. Uma pena…

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s