Geopolítica

Trump declara George Soros “ameaça à segurança nacional”

CURTA PANORAMA LIVRE NO FACEBOOK

O magnata judeu George Soros, grande doador do partido Democrata, está sendo considerado legalmente uma “ameaça à segurança nacional” nos Estados Unidos, por iniciativa do presidente Donald Trump.

trump-labeling-soros-as-a-security-threat

A medida tem como base uma Ordem Executiva de 2014, assinada pelo então presidente Barack Obama, para combater ações que dificultem a transição pacífica de poder na Ucrânia. Trump legalmente atribuiu o status de ameaça a Soros baseado na informação fornecida pela Rússia de que George Soros financiava grupos para protestar de forma violenta na Ucrânia.

Informações dão conta que Trump fez um telefonema para a Rússia querendo saber sobre os arquivos que estão relacionados com o envolvimento de George Soros na crise ucraniana. A ação do presidente americano se deu justamente pela Ordem Executiva de 2014, assinada por Obama, que pavimentou o caminho para Soros ser oficialmente uma ameaça nacional.

A Ordem Executiva 13660 – “Bloqueando propriedade de certas pessoas que contribuem para a situação na Ucrânia” (Blocking Property of Certain Persons Contributing to the Situation in Ukraine) assinada por Obama, diz:

“Eu, Barack Obama, Presidente dos Estados Unidos da América, acho que as ações e políticas de pessoas que minam os processos democráticos e instituições na Ucrânia; Ameaçam sua paz, segurança, estabilidade, soberania e integridade territorial; E que contribuem para a apropriação indevida de seus ativos, constituem uma ameaça incomum e extraordinária à segurança nacional e à política externa dos Estados Unidos, e eu declaro uma emergência nacional para lidar com essa ameaça”

Nos Estados Unidos, Soros patrocina o grupo racialista “Black Lives Matter”, que faz parte do movimento negro, e no ano passado chegou a pagar aos manifestantes 15 dólares por hora, para agirem e causarem violência em várias oportunidades durante a campanha para as eleições americanas.

Recentemente, Soros pagou mais de 50 dólares a militantes para participarem dos protestos anti-Trump que ocorreram no Dia da Posse e no dia após a posse do presidente americano no que ficou conhecido como “Marcha das Mulheres”. Documentos mostraram que o financista tinha ligação com mais de 50 organizações que participaram do ato.

O bilionário progressista também usou sua enorme fortuna para ajudar na campanha do Partido Democrata, que perdeu as últimas eleições americanas com Hillary Clinton, candidata que defendia inúmeras pautas destrutivas incentivadas por Soros.

Quase um mês depois de tal ordem ter sido assinada, documentos diplomáticos dos EUA mostraram que Soros “minou os processos e as instituições na Ucrânia.” Devido à intervenção ilegal de Soros, surgiu o conflito que matou, segundo estimativas, 9.600 pessoas.

Na época o então presidente Barack Obama não enquadrou Soros como uma ameaça à segurança nacional dos Estados Unidos porque o magnata doou ao Partido Democrata cerca de 100 milhões de dólares.

Vale lembrar que além de Trump, a Hungria por meio de seu governo católico e nacionalista declarou que usará “todas as ferramentas à sua disposição” para “varrer” várias ONGs ligadas a George Soros do país.

Referências:

D.C. Clothesline

Ordem Executiva 13660

Anúncios
Standard

34 thoughts on “Trump declara George Soros “ameaça à segurança nacional”

    • Guilherme diz:

      Para mim ele é apenas de origem judaica, embora essa informação neste caso pareça ser completamente desnecessária. Dizer que ele é judeu sem que siga o judaísmo não parece ser intelectualmente honesto.

      Liked by 1 person

      • Sergio diz:

        VC pode dizer q fulano é católico, q fulano é protestante…Mas não pode dizer q é judeu?

        Gostar

      • Sergio diz:

        VC pode dizer q fulano é católico, q fulano é protestante…Mas não pode dizer q é judeu?

        Gostar

    • vallois diz:

      Simplesmente porque essa cepa de judeus sionistas é o que quer dominar os povos da terra. É SEU discurso do politicamente correto já não se impõe segamente como antes. PS, nunca houve holocausto.

      Gostar

      • Anacleto Lopez diz:

        Além de porco antisemita é analfabeto. Cegamente é com c boçal. Não aprendeu a ler no prostíbulo onde nasceu, bastardo?,

        Liked by 1 person

      • Mel Barreiro diz:

        Ôiii!!??
        Que???… “nunca houve holocausto’…
        Judeu que dominar a terra??
        Negar o obvio, mais que provado com provas ainda viva, depoimentos de muitos que já partiram, mas deixaram seus registros e mostraram as marcas desta triste verdade em sua propria pele… ou ainda em fatos e fotos tambem registrados e tendo ainda em pé os malditos campos de concentração… só nos assinala que …
        … Seria voce algum mulçumano ou trabalha diretamente para Satã??
        Ou é ignorante, mesmo???

        Liked by 1 person

      • Primeiro, aprenda a escrever. Vá se alfabetizar. “Cegamente” com S???? Nunca houve holocausto.Escuta aqui. Visitei Auschwitz e vi pessoalmente as barbaridades cometidas pelos nazistas. Além de analfabeto, é desinformado.

        Gostar

      • Ivan diz:

        Vallois, diferentemente dos outros, eu não vou te adjetivar. Apenas quero que você pergunte a você mesmo, com honestidade, de quem você ouviu que o Holocausto não existiu? Por que você acredita nisto, se não se aprofundou para conhecer melhor sobre o assunto? Não faltam evidências e fontes para você se informar. Veja, as coisas nem sempre são como pensamos que elas sejam. Por exemplo, tenho certeza que até hoje você morreria defendendo que cegamente se escreve com S, não é verdade? Abra a sua mente e corra atrás da informação. Quando ouvir sobre como alguém pensa, se informe antes de sair replicando as ideias dos outros. No campo da ética e da moral, nós temos que ter cautela Vallois, Não acate nem rejeite nada antes de compreende-las. Abs

        Gostar

  1. Mando diz:

    A história se repete. A concentraçao de grandes fortunas,desestabilizam a distribuição de renda do povo de uma sociedade colocando a sua democracia em risco. Isso já vimos no passado na Alemanha onde deflagrou a II Guerra Mundial. …

    Liked by 1 person

  2. Não está querendo sujar a barra dos judeus. Mas com o conhecimento de que ele é uma das potências do globalismo na política hoje, saber que ele é de origem judaica informa e muito. Não se trata, obviamente de antissemitismo, pois todos sabemos que a religião judaica original tem maravilhas a ensinar à humanidade. Apenas os fanáticos e desinformadores, homens imorais que infiltram qualquer religião foram os que se valeram da sabedoria judaica, pervertendo-a, para manipular e desinformar as massas.

    Gostar

  3. “Uma coisa, são os Judeus que “batem a cabeça no muro clamando por socorro de Yahveh..”; E outra são os Judeus Sionistas”, de antemão denunciados pelos Judeus “do Muro..”; (No Brasil nós temos um exemplo de Judeu Sionista;; “Ele ganhou a concorrência para “SUCATEAR A RFFSA… “E COMPRAR A AMBEV COM A SONEGAÇÃO E MAQUIAGEM DE DECLARAÇÃO DE RENDA”; (NÃO HÁ MAIS TONTOS NO BRASIL!;

    Liked by 1 person

  4. Jane Chantre diz:

    A maneira como foi feita a abordagem de que
    “Soros patrocina o grupo racialista “Black Lives Matter”, que faz parte do movimento negro” e no ano passado chegou a pagar aos manifestantes 15 dólares por hora, para agirem e causarem violência em várias oportunidades durante a campanha para as eleições americanas”
    Ficou parecendo que todo movimento negro é uma ameaça à sociedade…as pessoas não devem ser medidas pela cor que têm, mas por suas ações.

    Gostar

  5. Jose de Moraes Filho diz:

    As pessoas tem que ver que D. Trump só quer proteger seu pais de ameaças externas , comi essa onda esquerdista / comunista que assola o mundo , em questão ao muro a ser construído na fronteira do EUA / México , o gozado que ninguém fala do muro que o México fez questão que fosse construído , enttre ele e a Guatemala , toda essa critica se da , por toda imprensa global não gostar dele , no caso dos imigrantesvele esta certo em defender o seu povo , seus empregos seu pais.

    Gostar

    • Mel Barreiro diz:

      Nao se fala porque nao é verdade. Nao ha nenhum muro entre Mexico e Guatemala. A imagem que acompanha esta falsa info, é do muro de USA com Mexico, mesmo… Uma no Arizona e outra do muro que divide San Diego de Tijuana…
      Nao bem por ai…

      Gostar

  6. Robinson Sobreira diz:

    Bem !
    A Lavajato foi exigida e criada por esta nova linha de dominação , ateavés da ditadura do juduciário, e ver Trump detonar a GANG, é ver briga de cachorros grande. É ótimo e prova que existe.

    Gostar

  7. Pedrosilva diz:

    Eu nao tenho muito o que falar , sou imigrante inlegal aqui nos estados unidos , não vejo nada favorável em tudo que esta acontecendo

    Gostar

  8. O conteúdo informativo deste artigo é muito fraco. (1) Ele começa dizendo que Soros é “judeu”, fato que leva/estimula a fazer associações subjetivas e degradantes. Porque não dizer que Soros é de origem húngara?
    (2) As informações a respeito da participação de Soros no financiamento do conflito ucraniano, participação que teria levado Obama a fazer um despacho alertando para a possível malignidade de Soros, não são acompanhadas (as informações) de referências. (3) O artigo não investiga a figura política de Soros, mais precisamente, qual é a visão de mundo de Soros? (4) A unica coisa que parece ser clara é que Trump, baseado num despacho de Obama de 2014, foi mais longe que Obama e declarou Soros inimigo público.
    Enfim, jornalismo medíocre.

    Gostar

  9. CET diz:

    Adolf Hitler estava certo quando disse;
    ” Pequena quadrilha internacional sem raízes que promove a discórdia entre os povos e não permite que o mundo viva em paz “.

    Gostar

    • CET, Adolf Hitler era também Sionista amigo. Os judeus sionistas destruíram todas as outras tribos de israel, assim como judeus. Hitler valeu-se do ódio que a sociedade tinha contra as medidas judaicas sionistas e reverteu este ódio contra os outros judeus, perpetrando o esquema vampírico sionista que hoje é também o globalismo. Existe até uma foto famosa do Goebbels recebendo a notícia de que ele também era judeu. Não é questão de uma raça, um credo ou uma cor. Isto é o separatismo, outra ferramenta globalista. Não se engane, está tudo dominado. Só há esperança, resistência. Mas isso sempre passa pela iniciativa privada, cada um olhar dentro de si mesmo e se tornar uma pessoa melhor. Para então ter conhecimento para atuar no cenário político.

      Gostar

  10. É preciso alertar e motivar o espírito de direita, da democracia, da república nas pessoas, estes malandros só querem implantar esta ditadura militar comunista em todos os países.
    Nestas eleições vamos colocar Bolsonaro logo no primeiro turno na presidência, basta de comunistas vagabundo saqueando a nossa pátria.
    ACORDA BRASIL!!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s