Moral

Rússia proíbe site pornô Brazzers alegando “danos a psique humana”

CURTA PANORAMA LIVRE NO FACEBOOK

A Rússia não para de desferir duros golpes ao globalismo judaico e sua guerra cultural – desta vez a gigante da pornografia conhecida como Brazzers foi proibida e bloqueada no país por razões de saúde pública.

3f22956a842f4407a98cae9e149dcd00

A pornografia extrema e explícita apresentava conteúdos como “Teens Like It Black” (propagação de racialismo), “Real Wife Stories” (glorificando as mulheres casadas que enganam seus maridos) e o estímulo a atos grosseiros, não-naturais e fisicamente prejudiciais como a sodomia.

De acordo com o Moscow Times, o governo russo bloqueou o site de vídeo adulto Brazzers sobre alegações de que seu conteúdo pornográfico tem uma “profunda influência negativa sobre a psique humana”.

O órgão de observação da mídia russa Roskomnadzor colocou o site na lista negra, nesta última terça-feira (7), bloqueando o acesso de servidores baseados na Rússia.

O movimento segue uma decisão do tribunal do distrito de Bolsheglushitsky, na região de Samara, de outubro de 2016.

O tribunal decidiu que o conteúdo pornográfico do Brazzers tem um “impacto puramente negativo na psique humana” e “violava os direitos dos cidadãos”, segundo o jornal russo TJ Journal. O caso foi levado ao tribunal por promotores locais que trabalham “pelo interesse da Federação Russa”.

O movimento segue a decisão de Roskomnadzor que enviou para a lista negra a página adulta Pornhub em setembro de 2016. Um tribunal em Krasnodar pediu o bloqueio da página pornográfica depois de decidir que o site violou as leis de proteção a criança.

O Pornhub reagiu à proibição, oferecendo aos russos 14 dias de livre acesso aos seus serviços premium. O site também ofereceu aos funcionários de Roskomnadzor um melhor pacote de adesão em troca do fim da proibição – proposta que foi prontamente recusada.

Magnatas judeus por trás da Brazzers e MindGeek

brazzersjew

A Brazzers, com sede no Canadá, é hoje um dos maiores impérios de pornografia na internet, e seu patrocínio é responsável pelo financiamento de sites de streaming gratuitos como o Pornhub.

A Brazzers é uma subsidiária da MindGeek, que possui basicamente todos os sites de streaming de pornô gratuitos da internet. Aqui está uma lista dos sites que a MindGeek opera:

mindgeekowns

O CEO da MindGeek é um sombrio judeu chamado David Marmorstein-Tasillo, que curiosamente nunca foi fotografado.

A MindGeek evoluiu de uma empresa pornô menor chamada Manwin, que foi alvo de várias investigações de autoridades em todo o mundo devido as suas atividades ilegais. Em abril de 2011, o judeu de Wall Street, Jason Beckman, da Colbeck Capital, deu à Manwin/MindGeek, 362 milhões de dólares – dinheiro suficiente para colocá-los em outros patamar, inclusive acima da lei e começar a monopolizar pontos estratégicos na indústria pornográfica.

De acordo com especialistas da indústria, a MindGeek não tem medo de medidas legais anti-trust devido ao “tabu” da pornografia. O que poderia ser usado para uma futura legislação anti-pornô.

Referência:

The Moscow Times

Advertisements
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s