Geopolítica

Israel impede destruição dos terroristas na Síria, garante general iraniano

O assessor de segurança do quadro de generais das Forças Armadas do Irã, o general  Hassan Rastegarpanah, declarou nesta quarta-feira (4) que o Estado Islâmico seria facilmente derrotado caso Israel não estivesse apoiando os jihadistas com ajuda médica e munição.

“Se não fosse pelo apoio da inteligência de Israel para os terroristas, os grupos terroristas na Síria certamente teriam sido destruídos por volta de 2 ou 3 anos atrás”, garantiu o General Rastegarpanah.

c20371d589

O General também disse que hoje todo mundo está ciente de que as organizações dissidentes que estão enfrentando o governo sírio são subgrupos de órgãos de inteligência de Israel. O General Rastegarpanah reiterou que os terroristas facilmente comutam entre a Síria e Israel e acrescentou, “os sionistas montam hospitais de campanha para os terroristas e abastecem eles com munição”.

Ministro da Defesa do Irã apontou os países que ajudam os terroristas

No mês passado, o Ministro da Defesa iraniano, o general-brigadeiro Hossein Dehqan advertiu as nações do mundo da ameaça imposta por grupos terroristas que são apoiados por Estados Unidos, Israel e Arábia Saudita.

“Acreditamos que hoje o mundo inteiro está ameaçado pela insegurança, instabilidade e pela disseminação do horror resultado dos atos dos grupos terroristas Takfiri-sionistas que são apoiados por Estados Unidos, Israel e alguns países da região, liderados pela Arábia Saudita.”, expôs o General Dehqan, abordando a Conferência de Moscou sobre Segurança Internacional .

Ele também minimizou a eficácia das chamadas coligações anti-terrorismo por simpatizantes dos terroristas, dizendo que eles não estão interessados em batalhas sérias e decisivas contra os terroristas e que de fato apenas revigoram e recrutam pessoas para os grupos terroristas sob o disfarce de ajuda humanitária, tréguas, negociações e slogans enganosos.

Também em abril, o secretário de Conselho de Guardiões do Irã Mohsen Rezayee disse que os EUA, Israel e alguns estados regionais estão colaborando para aumentar as ameaças contra a República Islâmica do Irã.

“Os inimigos usaram o ex-ditador iraquiano Saddam para uma guerra imposta, bem como sanções para enfraquecer o aparato islâmico no Irã e hoje eles estão manipulando as guerras ‘proxy’ (com grupos mercenários) para atingir o mesmo objetivo”, explicou Rezayee.

O secretário do Conselho de Guardiões do Irã reiterou que a nação iraniana vai frustrar as tramas feitas pelos Estados Unidos e Israel.

Referência: Fars News

Advertisements
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s