Terrorismo

Estado Islâmico quer ataque nuclear em Londres – segundo especialistas da OTAN e União Europeia

Chefes de segurança da OTAN e da União Europeia são claros: o Estado Islâmico quer usar armas químicas ou nucleares para atacar a Grã-Bretanha.

Durante a conferência de Segurança e Contra-Terrorismo, em Londres, realizada na terça e quarta-feira (19 e 20), um grupo de policiais e especialistas em contra-terrorismo fizeram um terrível aviso: o Estado Islâmico deseja fazer grandes ataques ao Reino Unido e a possibilidade é real.

57176811c36188ed378b45eb

Jorge Berto Silva, vice-chefe de contra-terrorismo da Comissão Europeia, disse ao jornal Telegraph que existe uma preocupação justificada com ataques do Estado Islâmico com materiais químicos, biológicos, radioativos e materiais nucleares.

Sua opinião foi partilhada pelo Dr. Jamie Shea, vice-chefe da OTAN sobre ameaças emergentes, que disse na conferência sabe que os terroristas estão tentando adquirir essas substâncias. O Dr. Jamie Shea também alertou que o grupo islâmico pode ser dividir em dois com um “estado” baseado no Iraque Síria e uma rede de células terroristas na Europa.

Autoridades policiais revelaram planos para treinar um milhão de trabalhadores do Reino Unido para lidar com ataques terroristas ao longo dos próximos 12 meses. Um grupo de ex-oficiais de segurança também lançaram uma iniciativa para examinar as fronteiras da Grã-Bretanha.

O Chefe do Conselho Nacional de Polícia quer ver o número de trabalhadores treinados a incidentes terroristas aumentar para além de sua taxa atual de 100.000 empregados por ano.

O detetive superintendente Scott Wilson, Coordenador da Luta Antiterrorista da polícia, é esperado para anunciar a expansão do Projeto Griffin em um futuro próximo.

Ele disse à estatal BBC que precisa de todos para desempenhar um papel que mantenha o público em alerta mas não alarmado.

Em uma carta aberta ao Telegraph, dois ex-comandantes da Polícia Metropolitana, sendo um deles o ex-chefe do comando de combate ao terrorismo disse que, independentemente da Grã-Bretanha sair da União Europeia, o compartilhamento  de informações e o controle das fronteiras deve ser levado a sério.

Na carta os comandantes também disseram que os ataques terroristas recentes na Europa foram “um aviso para o governo britânico sobre a necessidade de melhor proteger as fronteiras do país.”

Em fevereiro, o portal russo RT falou com uma fonte da Royal Navy (Marinha Britânica) que denunciou e vazou um relatório sobre, entre outras coisas, a potencial facilidade de acesso às instalações nucleares do Reino Unido.

O engenheiro de submarinos nuclear William McNeilly, que foi expulso do serviço por suas revelações, disse: “Eu não liberei o meu relatório para desacreditar a Marinha Real. Eu liberei meu relatório porque a seguridade e a segurança [na base naval Trident] não estão sendo levadas a sério. Porque é um risco para as pessoas e um risco para a pátria. ”

Circo armado para atentados que causariam forte comoção

Rotineiramente inúmeras matérias mostram toda colaboração dos países ditos ocidentais com o Estado Islâmico (armas cedidas, insumos e mantimentos, cuidados médicos a seus líderes, ajuda de inteligência) e agora denuncias que as autoridades destes mesmos países ignoram os alertas de segurança de seus militares e cidadãos.

Está muito claro que as autoridades britânicas desejam que os atentados aconteçam para gerar enorme comoção, levando a opinião pública a abraçar uma intervenção com exército nacional por terra no Oriente Médio visto que o próprio Estado Islâmico – exército mercenário – não conseguiu eliminar Bashas al-Assad da região.

O próprio jornal britânico Telegraph já mostrou a hipótese de grandes atentados com artefatos nucleares em uma série que publicou chamada Operação Blackjack.

O ambiente está todo preparado, os grandes cabalistas judeus, donos do poderio financeiro de Londres, capitaneados pelos Rothschild, apenas aguardam esse próximo passo que provavelmente colocará o mundo em um estado de guerra mais avançado tornando mais próximo a a possibilidade de reconstrução do terceiro templo e a implantação da Grande Israel.

Referência:

RT

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s