Geopolítica

Brasil na pauta? John Kerrry se encontrará com as FARC em Cuba

O Secretário de Estado dos Estados Unidos John Kerry se encontrará hoje com líderes das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia – FARC. O encontro se dará em Havana, capital de Cuba.

john-kerry-arrives-in-havana

As FARC que têm lutado contra o governo colombiano desde os anos 1960, controlam uma área na selva montanhosa, localizada na região central da Colômbia, com extensão equivalente ao território da Suíça.

O diálogo ocorrerá em meio a visita de Obama a Cuba e oficialmente o objetivo de tal reunião seria fazer uma avaliação dos progressos das negociações de paz entre o governo colombiano e as FARC e encerrar o conflito que já dura 50 anos.

O The Telegraph relatou que uma fonte do gabinete do Alto Comissário para a Paz da Colômbia e fontes próximas as FARC confirmaram a reunião.
“Tem sido programado o encontro com Kerry”, confirmou o negociador das FARC, Pastor Alape à agência de notícias Reuters.

A reunião com John Kerry vai coincidir com um jogo amistoso de beisebol entre o time americano Tampa Bay Rays e a seleção nacional de Cuba, nesta terça-feira (22). O jogo contará com a presença do presidente Barack Obama, que iniciou uma visita oficial a Cuba no domingo.

Os representantes das FARC e o governo da Colômbia também foram convidados para irem ao jogo com Obama e Raul Castro.

Brasil pode estar na pauta e isso não é bom 

Lembrando que as FARC, como todos os grupos associados as causas socialistas e progressistas, são dependentes do aparato financeiro que comanda o jogo político dos Estados Unidos e outras potências.

Em 1997, as FARC foram classificadas como grupo terrorista pelo Departamento de Estado americano, porém o mesmo se deu com a Al-Qaeda e com o Estado Islâmico que são constantemente usados e aparelhados pelas entidades que também controlam o aparato estatal americano.

Em 1999 o presidente da bolsa de valores de Nova Iorque, Richard Grasso, se encontrou com o comandante das FARC, Raúl Reyes.

5_raul_reyes_wall_street

Os Estados Unidos sempre foram tolerantes com a existência de Cuba, uma ilha que fica a não mais que 300 quilômetros da sua costa e a usou durante anos como pilar ideológico da América Latina promovendo assim seu subdesenvolvimento. Para um estado policial que derrubou inúmeros líderes de países bem mais distantes, derrubar a ditadura cubana seria simples.

O encontro de John Kerry com as FARC desperta temores pois pode revelar uma situação onde a crise brasileira será a pauta e o debate poderá definir como vão agir as forças internacionais que estão interessadas no território brasileiro.

Na América do Sul, além das FARC, os aparatos globalistas que contam com ONGs, fundações, bancos e corporações, também controlam vários mercenários travestidos de indígenas e quilombolas em regiões estratégicas do Brasil.

Recentemente líderes da esquerda sul-americana como Nícolas Maduro e Evo Morales – ambos muito influenciados pelo regime cubano – disseram que poderiam interferir para evitar que o PT seja destituído do poder, no que acusaram de ataque a democracia. É de conhecimento popular que Havana é o principal farol dos líderes socialistas bolivarianos da América do Sul

Ligando tais fatos, tudo leva a crer que Havana será o ponto que irá unificar possíveis estratégias e ações conjuntas dos exércitos oficiais da Venezuela e da Bolívia com os grupos mercenários ligados aos globalistas como as FARC, “indígenas” e “quilombolas”, além claro do exército do PT que é o MST.

Infelizmente o Brasil pode estar próximo de virar uma nova Iugoslávia ou uma Síria, onde diversos grupos, sejam mercenários ou exércitos oficias, atuem com o interesse de desmembrar a pátria e colocá-la a disposição de potências estrangeiras.

Referência:

Homeland Security News Wire

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s