Geopolítica

Líder do Estado Islâmico teria fugido para Líbia com ajuda de Turquia e Estados Unidos

O líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi saiu da Turquia para a Líbia para escapar da operação de caça do Centro de Inteligência de Bagdá depois que ele foi rastreado e supostamente alvo de operações inúmeras vezes, no Iraque e na Síria, de acordo com fontes de inteligência.

“Abu Bakr al-Baghdadi (líder do Estado Islâmico) que foi ferido na Síria, foi enviado para a Turquia para tratamento e de lá ele foi para a Líbia”, revelou o ex-oficial de inteligência egípcio Hesham Khairullah, nesta segunda-feira (7).

2015-12-12-1449931525-9386973-libya3farhangnews_1244183513081430555176_5611442212534

Observações relevantes feitas em dezembro, por fontes na Líbia, disseram que al-Baghdadi tinha chegado a Sirte, a cidade natal do líder líbio morto Muammar Gaddafi, que está sob o controle dos grupos terroristas takfiri.

O líder do Estado Islâmico está com uma vida secreta devido a sua integridade correr perigo e estar em jogo mais do que a de qualquer pessoa no mundo.

O grupo terrorista da Abu Bakr al-Baghdadi está sob ataque aéreo maciço dos sírios, russos e iraquianos e suas respectivas Forças Aéreas por todo oeste do Iraque e da Síria Oriental.

Enquanto os relatórios no início deste ano, expuseram que o líder do Estado Islâmico estava sempre em movimento entre Mosul no Iraque e Raqqa na Síria – a capital auto-proclamado do grupo terrorista – dicas de inteligências revelaram que em novembro Al-Baghdadi havia se mudado da cidade síria de Albu Kamal para a cidade iraquiana de Mosul, na província de Nínive.

Em outubro, a  Força Aérea do Iraque bombardeou seu comboio enquanto ele se dirigia para Al-Karable para participar de uma reunião com outros comandantes do Estado Islâmico. Outros 25  militantes do Estado Islâmico foram mortos em operação especial produto dos esforços do Centro de Inteligência de Bagdá, onde as mais recentes informações de inteligência chegaram de agências iranianas, russas, iraquianas e sírias.

O líder terrorista escapou de um atentado contra sua vida por muito pouco, com ferimentos graves que quase o mataram. Poucas horas após o ataque, o porta-voz das forças conjuntas do Iraque declarou que Al-Baghdadi tinha sido ferido no ataque aéreo iraquiano a seu comboio e que tinha sido levado para longe do local por suas forças.

O líder terrorista foi transferido primeiro para Raqqa, onde os cirurgiões salvaram sua vida, porém não conseguiram dar ao cabeça do Estado Islâmico um tratamento completo devido à falta de equipamento médico especializado.

Fontes divulgaram poucos dias depois que o líder terrorista tinha sido levado para a Turquia para tratamento através de uma série de medidas coordenadas pela CIA.

“A CIA fez a coordenação com o serviço de inteligência da Turquia (MIT) para a transferência de Abu Bakr al-Baghdadi para a Turquia”, a al-Manar TV citou fontes anônimas.

A fonte disse que dois companheiros de al-Baghdadi, que também foram feridos no ataque ao comboio do líder ISIL e foram capturados pelas forças iraquianas confirmou que al-Baghdadi tinha sido ferido no ataque.

Após especialistas disserem ser necessários meses de recuperação para Abu Bakr al-Baghdadi, um de seus assessores foi designado para liderar o grupo até o chamado califa voltar ao trabalho.

Al-Bagdá, até o momento, escapou de vários atentados contra sua vida, fazendo o líder do Estado Islâmico desconfiar de sua equipe de guarda-costas.

“Enquanto todo mundo o está procurando no Iraque e na Síria, ninguém acha que ele eteja em Sirte. Se é para ele estar exposto ao perigo, Sirte seria o último lugar na Terra para a sua vida estar em perigo, uma vez que é o mais seguro reduto dos terroristas Takfiri no mundo”., disse uma fonte líbia.

O exército sírio, as Forças de Defesa Nacional (FDN), o Hezbollah libanês e as Forças Aéreas da Síria e da Rússia, assim como o exército e forças populares iraquianas, Al-Hashd Al-Shaabi, têm vindo a realizar operações em grande escala na Síria e Iraque para acabar com o controle do Estado Islâmico sobre faixas de terras dos dois países.

O líder do Estado Islâmico seria um judeu ligado a Mossad

isis_035

Abu Bakr al-Baghdadi, o chamado “Califa”, chefe do Estado Islâmico é, de acordo com fontes ligadas a Edward Snowden, um agente chamado Elliot Shimon, treinado e guiado pela Mossad – agência de inteligência de Israel.

Seu nome seria Simon Elliot (Elliot Shimon) ele seria filho de pais judeus sendo um deles agente da Mossad israelense.

O chamado “Elliot” foi recrutado pelo Mossad israelense e foi treinado em espionagem e guerra psicológica contra as sociedades árabes e islâmicas.

Estas informações foram atribuídas a Edward Snowden e publicado por jornais e outros sites: a cabeça do “Estado islâmico” Abu Bakr al-Baghdadi, tem colaborado com os serviços secretos americanos, britânicos e com Israel para criar uma organização capaz de atrair extremistas terroristas do mundo inteiro.

33yreja

Os relatos não soam absurdos e estão longe de serem considerados “teoria da conspiração” devido a inúmeras notícias diárias -inclusive publicadas pelo Panorama Livre – que mostram armas israelenses, americanas, britânicas, turcas e de outros aliados nas mãos do Estado Islâmico. De minas letais passando por armas químicas, a origem do arsenal dos terroristas islâmicos são as grandes potências ocidentais.

Além do mais, o Panorama Livre também já expôs, em 14 de fevereiro de 2016, os Estados Unidos dando suporte aos terroristas localizados no Iraque e na Síria.

Por fim, a pergunta continua de pé: porque o Estado Islâmico nunca marchou em direção a Israel?

Referências:

Fars News

Veterans Today

Advertisements
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s