Geopolítica

Turquia prepara invasão a Síria

A Turquia prepara uma invasão ao território sírio. Os indícios são fortes pois veículos turcos removedores de minas terrestres começaram a remover minas ao longo da fronteira com a Síria, mais precisamente perto da cidade de Jarabulus – que por sinal está sob o controle do Estado Islâmico. A Turquia também aumentou seus ataques de artilharia ao longo da fronteira.

O motivo público, obviamente, seria ajudar no combate ao Estado Islâmico, todavia sabe-se que essa área de proteção – que acompanharia exatamente parte do traçado da fronteira Síria-Turquia – serviria para criar uma zona de proteção contra o avanço das forças curdas e também garantir rotas de comércio que permitam o contrabando de petróleo – atividade a qual já foi devidamente evidenciada pela mídia global.

turquia invasão

Outro fator é o avanço das tropas do regime sírio auxiliadas pela Força Aérea russa, que coloca em risco o projeto do eixo anti-Assad. O agrupamento russo na Síria também é outra coisa que assunta os turcos que nessa estão sozinhos já que os EUA se recusaram a auxiliá-los no que seria uma estrategia de risco, segundo os americanos.

A Rússia esmaga cada vez mais o Estado Islâmico na Síria

Aviões de guerra russos realizaram 16 missões, destruído 57 alvos terroristas na Síria com ataques aéreos em missões unicamente em Latakia e províncias de Deir ez-Zor devido ao mau tempo, no último dia 20 de janeiro.
A Força Aérea Russa destruiu bases do Estado Islâmico em Deir ez-Zor incluindo múltiplos lançadores de foguetes dos terroristas, artilharia e depósitos de combustível localizados lá. Além de destruírem também foguetes de artilharia e um depósito de combustível nas imediações da aldeia de Bgelia.

Um campo de treinamento do ISIS incluindo posto de comando e quartéis dos militantes nas imediações da aldeia de Mreya na província Deir ez Zor também foi destruído. Separadamente, jatos russos atingiram grupos do Estado Islâmico perto de Jabal al-Akrad e enquanto os terroristas fugiam para Latakia foram atacados pelo Exército Árabe Sírio (SAA).

Como visto, o cerco está fechando para os mercenários do Estado Islâmico e seus apoiadores cada vez mais aparecem desejando interceder até mesmo de maneira oficial envolvendo seus exércitos nacionais.

Anúncios
Standard

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s